Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2012

A diferença do corinthiano para o flamenguista

por Arthur Muhlenberg:
Ser Curinthians é uma manifestação pessoal, e isso se confirma no singular grito de sua torcida, que clama pelo avanço da equipe, mesmo sem acompanhá-la ou ao menos indicar uma direção, com o: 
- "Vai, Corinthians!"
Já o Flamengo é uma experiência coletiva, uma despersonificação do indivíduo, que abdica de sua personalidade para integrar um organismo imenso e incompreensível muito maior que a simples soma das partes. Não é por acaso que o nosso grito é plural e indica claramente que nós vamos junto com o time até o fim.
- "Vamos, Flamengo!"

Verdades absolutas e tolerância - Stephen Kanitz

Artigo publicado dias depois dos atentados de 11 de setembro nos EUA...
Esta não é a primeira guerra de fé, de crença, de ideologia que vemos nem será a última. Um dos flagelos do mundo moderno é a crença em que alguns podem mudar o mundo, à nossa revelia, simplesmente porque acham que descobriram teorias que explicam e resolvem os nossos problemas.
A certeza dessas teorias os induz a tomar o poder por qualquer meio, inclusive o terror, para colocar as suas teorias e idéias em prática. "A ciência vencerá" tem sido uma bandeira de muito intelectual.
Quando essas teorias fracassam, especialmente as econômicas, políticas e sociais, a culpa é atribuída a uma variável que não foi considerada, uma relação de causa e efeito esquecida, ou a um erro do "modelo" empregado. Não se questiona que talvez não exista o Santo Graal da verdade absoluta.
Mais pessoas morreram no último século em guerras ideológicas, como o fascismo, o nazismo e o socialismo - que tinham fundamentos elabo…

Valores intangíveis x Valores monetizáveis

Mas só isso? - Luciano Pires Qual valor você dá às coisas que não consegue medir? 
Uma vez fui palestrar numa grande fábrica em uma cidadezinha no interior do Rio Grande do Sul. Conversei com um diretor da empresa que me disse que o auditório da fábrica era o melhor – talvez único – da cidade e que eles se orgulhavam disso, mas que quando decidiram construí-lo foi uma dureza convencer outros diretores de que era algo necessário. O “valor”, que para aquele diretor era o significado do auditório como um ponto de distribuição de conhecimento, integração e celebração, para os outros diretores era inexistente. Auditórios em fábricas não dão lucro, só despesas. E por isso não devem ser construídos...
Em minha palestra A FÓRMULA DA INOVAÇÃO, discuto essa questão da percepção de valor. Percepção é coisa íntima, cada um tem a sua, não dá para emprestar, vender, comprar ou medir. E “valor” é relativo. Quer ver?

Essência Marista

Imagem
Clipe Oficial da Missão Marista de Solidariedade realizada pelo Colégio Marista Patamares no município de Várzea do Poço - BA, de 19 a 21 de junho de 2012. Foi o segundo ano seguido. Participaram 53 missionários entre estudantes, professores, funcionários e voluntários. Na MMS catalisa-se a escola em pastoral sonhada por São Marcelino Champagnat e materializa-se a essência marista. Em 2012, atendemos diretamente mais de 1000 estudantes e quase 100 professores varzeapocenses, na zona urbana e rural. 
Missão parece coisa de super-herói, mas não. Só admitimos sair de nossa zona de conforto para ajudar pessoas que precisam, sobretudo com nossa presença! Entre os missionários, em especial nossos estudantes, fomentamos uma cultura de solidariedade que certamente os definirá enquanto cidadãos. 
Mas antes que certa vaidade altruísta suba às nossas cabeças, o olhar Marista nos situa numa perspectiva de simplicidade, humildade e modéstia, isto é: seria muita presunção dizermos que levamos Jesus a…

É hora de botar a CF 2013 na rua - Rogério Oliveira

Imagem
Depois de 21 anos, a Igreja no Brasil traz de volta a reflexão do tema “juventude” em 2013 durante a Campanha da Fraternidade (CF). Vivi intensamente o ano de 1991, preparando a CF do ano seguinte. Tenho em meu coração um espaço de saudade daqueles anos. Eu havia conhecido a PJ em 1989. Tínhamos na paróquia uma assessoria efetiva e afetiva dos salesianos e salesianas. E pudemos ir preparando o terreno para uma boa organização paroquial da PJ por lá. Há amigos que olham os primeiros sinais da próxima Campanha da Fraternidade (Hino, Cartaz) e ficam receosos. Outros não conseguem se enxergar nestes mesmos primeiros sinais. A eles eu digo: a vida pode ter a cor que queremos que ela tenha, mas para isso é preciso agir. Um símbolo não tem valor fechado sem a devida interpretação.Olho para o cartaz da CF 92 e muitas recordações vem em minha mente. Uma delas é de que, pela primeira vez, eu ouvia falar de juventude na Igreja como um elemento renovador. Era “o novo”, falávamos e líamos nos docum…

Se não tivesse morrido, Demóstenes cassaria o mandato do colega ex-Demóstenes sem hesitar - Josias de Souza

Imagem
Ano: 2007. Dia: 5 de dezembro. Local: plenário do Senado. A cuia de concreto projetada por Oscar Niemeyer fervilhava. Do lado de dentro, uma guilhotina. Sob a lâmina, pela segunda vez, o pescoço de Renan Calheiros. Os senadores revezavam-se na tribuna. Entre todas as vozes, a de Demóstenes Torres foi a que soou mais draconiana. “Vou votar pela perda de mandato”, eis a última frase.
Ano: 2012. Dia: 11 de julho. Local: o mesmo plenário do Senado. A cuia emborcada para baixo volta a ferver. De novo, um cadafalso. Ao longo do dia, os oradores se alternarão no púlpito. Dessa vez, não se ouvirá a voz inapelável de Demóstenes. Irá ao microfone um impensável ex-Demóstenes. Com a cabeça a prêmio, pronunciará o mais constrangedor discurso do dia. Rogará aos colegas que lhe salvem o mandato.
Submetido aos rigores do Demóstenes de 2007, o ex-Demóstenes de 2012 é um personagem indefeso. Na quinta-feira (5) da semana passada, a caminho do patíbulo, o sósia de Demóstenes discursou para um plenário erm…

Evolução da Apresentação do Blog (Fev 2012)

Imagem
Uma espécie de caverna particular em que se pode refugiar e, rupestremente, pintar as paredes com experiências e aprendizados dignos de registros. Pode-se também ir a essa caverna apenas soltar uns bons gritos para liberar as tensões. Ocasionalmente, alguém escuta o barulho. E ecoa. 
Isto é um blog.
Nossa proposta é reunir textos, entrevistas, notícias, piadas, charges, frases de impacto, vídeos, imagens, tirinhas, links e outras formas de expressão. Estímulos efetivos à prática de um “fitness intelectual” que ajude a manter o cérebro (e o coração) ligado nas Juventudes e em tudo que a diz respeito.
Tratamos de vários aspectos da vida juvenil em sociedade e organizamos tudo a partir de alguns eixos. Preferencialmente: Espiritualidade, Comunicação, Política, Educação e Projetos de Vida. Publicamos materiais que prezam pela provocação inteligente e pela instigação da curiosidade. Não há nada dado, pronto, concluído, fechado e acabado. Servimos aperitivos, atiçamos o paladar. Já o prato…

Palavras Vulcânicas 33

"O terror só é terror se houver estranhamento. Estranha-se aquilo que, no fundo, é familiar. O terror é o conhecido que fingimos desconhecido, é nosso estranho íntimo. Se fosse totalmente estranho, não captaria nossa atenção. É preciso ser um estranho que ecoa no que estranhamos em nós. Ou um estranho que reconhecemos em nós, mesmo sem jamais admitirmos conscientemente. Para isso serviram desde sempre os contos de fadas, ao nos dar a possibilidade de lidar com nossos fantasmas e medos através dos personagens, nossos outros arquetípicos." 
Eliane Brum

Por que Edir Macedo e a Igreja Católica perderam fiéis e por que a Assembleia de Deus ganhou - Por Reinaldo Azevedo

Parodiando certo velho barbudo e fazendo um gracejo — espero que eles não fiquem bravos comigo…—, os sociólogos já explicaram o mundo o bastante, agora chegou a hora de compreendê-lo… É preciso tomar cuidado com o preconceito porque ele impede que se entenda o essencial. Eu me incomodo com certa leitura que associa a expansão dos evangélicos à ignorância. Acho que isso mais desinforma do que informa. Há um dado que vocês têm de reter aí para a leitura deste texto porque voltarei a ele: na última década, a corrente evangélica que mais cresceu foi a Assembleia de Deus. Já a Universal do Reino de Deus, do autoproclamado “bispo” Edir Macedo, perdeu 228 mil fiéis. Seus anunciados mais de 3 milhões de fiéis são 1,873 milhão — os da Assembleia são 12,314 milhões (5,6 vezes a mais). Sigamos.
Movidos por certa paixão iluminista que os deixa cegos de tanta luz, os especialistas tendem a associar a expansão dos evangélicos ao triunfo do engodo e da pilantragem. Os fiéis seriam, assim, pessoas eng…

Assessoria da CNBB participa de projeto pastoral dos Maristas

Imagem
Pe. Ari Antonio dos Reis, assessor da Comisssão Episcopal Pastoral para a Caridade, a Justiça e a Paz da CNBB participou de uma videoconferência formativa do projeto “Diálogos Pastorais”, realizada em Brasília (DF), na sexta-feira, 29) de junho. O projeto é da Província Marista Brasil Centro-Norte.
A assessoria de imprensa dos Maristas, informou que, segundo o Pe. Ari, este espaço de debate é fundamental e necessário para uma compreensão que reforça toda a história de Marcelino Champagnat. "De ver a sociedade com um olhar cristão, que carrega a pergunta: como contribuir para que a sociedade seja melhor? Isso acontece a partir de uma preparação, de uma formação, que este espaço está proporcionado”, salientou.
Em sua palestra, o padre destacou a importância do papel da pastoral social, em comunhão com a missão da Igreja. “A pastoral social na Igreja é o meio para tratar das questões sociais, ajudar as pessoas mais sofridas e abandonadas. Precisamos estar inseridos numa pastoral org…

A mídia mostra o que quer. Se liga na perspectiva!

Imagem

Todos os golpes se parecem - Paulo Moreira Leite

Uma lenda piedosa sobre golpes militares diz assim: “todo mundo sabe como as rupturas começam mas não se sabe como terminam.”
Bobagem. Na América Latina, os golpes são produto da incapacidades das forças políticas conservadoras, que controlam o poder econômico e o aparelho de Estado, para oferecer respostas consistentes para a desigualdade e falta de perspectiva da maioria da população.
Incapazes de conservar o poder pelo voto, defendem suas prioridades aplicando políticas de força.
Consumada a deposição de um governo constitucional, procura-se apresentar o golpe como salvação da democracia e uma vitória contra a demagogia, a irresponsabilidade e o populismo. Alega-se que o antigo governo caiu por sua própria incompetência e não porque haviam forças dispostas a arrancá-lo do Palácio de qualquer maneira.
Com o passar do tempo, verifica-se que os compromissos democráticos eram, isso sim, pura demagogia. As ditaduras se consolidam e, com elas, vêm medidas de regressão social e o reforço dos …

Tendências demográficas da Religião no Brasil

Católicos deixarão de ser maioria no Brasil em 2030, prevê especialista Para 2040, a expectativa é de que católicos e evangélicos estejam empatados
Os últimos 20 anos representam para o quadro das religiões no Brasil o período de maior transformação. Desde 1872, ano do primeiro levantamento considerado na série histórica, os católicos representavam quase a totalidade da população, com mais de 90% de seguidores. Dados do IBGE mostram que, a partir de 1970, o catolicismo começou a não acompanhar o ritmo de crescimento da população, ao mesmo tempo em que correntes evangélicas se expandiam à medida que cresciam periferias e formavam-se novos municípios. A partir de 1991, esse processo se deu de forma mais acelerada, a ponto de, na última década, ser registrada a primeira perda real – em números totais – de católicos no Brasil.

Pesquisadores acreditam que, até 2030, as filiações católicas serão menos de 50% da população brasileira. Em 2040, pelas projeções, católicos e evangélicos estariam em…