Postagens

Mostrando postagens de Dezembro, 2011

Obrigado 2011! Feliz 2012!

Imagem
Estou de férias. Acordei e meu filho acaba de me dizer: 
- "Papai, tô cumendu ovinho". Essa frase me inspirou escrever. 
Nesse mesmo bonito período de festas, ano passado, João Pedro ainda não era capaz de construir essa frase. Na verdade, nem lembro se ele já comia (e gostava de) ovo. Sinto muita alegria ver meu pimpolho ficando "fóti" (= forte). O que não deixo que me escape - numa época dessas - é o fato de ser uma conquista dada em 2011. 
Muita coisa aconteceu. Muitas conquistas, graças a Deus!
Constatar a evolução é um grande estímulo a continuar nos aperfeiçoando, talvez o mais potente de todos. Mas não existe prosperidade sem elaboração onírica. Traduzindo: Ninguém sai do lugar se não é capaz de sonhar, mas ninguém realiza sonhos se não se esforça por eles
Sabe aquela sensação de "caos organizado" de um ambiente de trabalho fervilhando?! Então. Quando se está mergulhado nesse caldeirão, às vezes não se enxerga mais do que o planejado, registrado…

O Natal em Cordel (Fantástico!)

Imagem

Barbárie e Civilização a partir da internet

Imagem
Uma defecou, outra filmou: a vida sem recalques Uma reflexão sobre barbárie e civilização a partir de um vídeo da internet
A cena diante da câmera: 
Desde a semana passada circula um vídeo na internet em que uma mulher, totalmente nua, defeca em uma agência bancária de Aracaju. Em seguida, ela se atira no chão, de costas, como se sentisse um grande prazer. Alguém, talvez um funcionário da agência, a cutuca. Ela reage com agressividade, levanta-se e empunha a calcinha suja de fezes como uma arma ao caminhar pelo hall. Depois, volta, limpa as fezes no chão com a roupa. E sai, nua e altiva. A porta da agência é rapidamente fechada. E lá fora ela parece proferir alguns xingamentos.

Isso é o que se vê no vídeo. Mas há algo menos explícito, que não pode ser visto, mas que vale a pena enxergarmos.
A cena por trás da câmera:
Desde o início da gravação, ouvimos uma risada feminina, talvez de quem filma a cena ou está ao lado de quem filma. Não parece ser aquele riso nervoso, que às vezes nos su…

Como a classe média alta brasileira é escrava do “alto padrão” dos supérfluos

Imagem
por Adriana Setti
No ano passado, meus pais (profissionais ultra-bem-sucedidos que decidiram reduzir o ritmo em tempo de aproveitar a vida com alegria e saúde) tomaram uma decisão surpreendente para um casal – muito enxuto, diga-se – de mais de 60 anos: alugaram o apartamento em um bairro nobre de São Paulo a um parente, enfiaram algumas peças de roupa na mala e embarcaram para Barcelona, onde meu irmão e eu moramos, para uma espécie de ano sabático.
Aqui na capital catalã, os dois alugaram um apartamento agradabilíssimo no bairro modernista do Eixample (mas com um terço do tamanho e um vigésimo do conforto do de São Paulo), com direito a limpeza de apenas algumas horas, uma vez por semana. Como nunca cozinharam para si mesmos, saíam todos os dias para almoçar e/ou jantar. Com tempo de sobra, devoraram o calendário cultural da cidade: shows, peças de teatro, cinema e ópera quase diariamente. Também viajaram um pouco pela Espanha e a Europa. E tudo isso, muitas vezes, na companhia de f…

Humor cearense na veia!

Imagem

Espiritualidade e Religião - Frei Betto

Espiritualidade e religião se complementam; mas, não se confundem. A espiritualidade existe desde que o ser humano irrompeu na natureza, há mais de 200 mil anos. As religiões são recentes, não ultrapassam 8 mil anos de existência.
A religião é a institucionalização da espiritualidade, assim como a família é do amor. Há relações amorosas sem constituir família. Do mesmo modo, há quem cultive sua espiritualidade sem se identificar com uma religião. Há inclusive espiritualidade institucionalizada sem ser religião, como é o caso do budismo, uma filosofia de vida.
As religiões, em princípio, deveriam ser fontes e expressões de espiritualidades. Nem sempre isso ocorre. Em geral, a religião se apresenta como um catálogo de regras, crenças e proibições, enquanto a espiritualidade é livre e criativa. Na religião, predomina a voz exterior, da autoridade religiosa. Na espiritualidade, a voz interior, o "toque” divino. O desafio é reduzir a distância entre religião e espiritualidade, e preca…

Sobral se destaca em educação

Qualidade x Quantidade
Durante uma palestra ouvi de Viviane Senna, presidente do Instituto Ayrton Senna, uma frase que nunca saiu da minha cabeça:
- Na questão educacional, o governo jamais conseguiu combinar qualidade com quantidade.
No município, além das medidas tradicionais, há uma formação continuada de professores com material de apoio complementar, os diretores de escolas não são indicações políticas e os professores tem bonificação direta conforme o rendimento da turma. Ah, e o Secretário de Educação tem autonomia para executar o orçamento.
Tive acesso a um trabalho da CAPES - Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, que parece confirmar a tese. Eles cruzaram o Ideb - Índice de Desenvolvimento da Educação Básica, usado pelo Ministério da Educação para avaliar a qualidade do ensino, com o PIB - Produto Interno Bruto per capita dos 159 municípios brasileiros com mais de 150 mil habitantes.
E ao comparar o município paulista de Barueri que é o primeiro colocado…

Da série: pra fazer pensar...

Imagem

Confesso que te amei (uma homenagem ao craque Sócrates)

Por WALTER CASAGRANDE JÚNIOR
Colunista do DIÁRIO DE S.PAULO


Claro que fiquei muito triste com a morte do Sócrates, mas, de forma até egoísta, o sentimento predominante é de alívio.
Isso porque tive a chance de falar para o cara, olhando bem nos seus olhos, o quanto gosto dele.
Precisava me sentar à mesa com o Magrão, reconhecer a importância que ele teve na minha história e recordar momentos especiais que vivemos juntos.
Para mim, era algo fundamental.
Nós passamos muitos anos sem nos falar.
Nunca brigamos, mas havíamos nos separado em decorrência da vida.
Ficaram uma distância e alguns ruídos na relação, por conta de visões diferentes sobre algumas questões.
Mas nunca deixei de amá-lo e precisava lhe falar isso antes de sua partida.
Felizmente, essa oportunidade surgiu por conta das internações anteriores.
Se não tivesse acontecido, agora estaria carregando um peso insuportável.
Parceria
Sem dúvida, foi meu maior parceiro no futebol.

A maldição midiática - Tão Gomes

Imagem
Vou meter o bedelho num assunto que não entendo. Mas essa é a vida do jornalista. Mexer com coisas que não entende.

Se for um especialista escrevendo, digamos, sobre biologia, já não é um texto de jornalista.
O especialista em biologia teria de passar pode suas idéias numa entrevista a um jornalista. Com um intermediário, aí já se configuraria a prática do jornalismo. Entenderam?
Não? Não tem importância, até porque uma das coisas mais difíceis de se explicar é o que é a profissão de jornalista.
Num texto recente aqui no site da Carta Capital, o Gianni Carta, nosso editor, mexeu no assunto e recebeu toneladas de comentários. Não perguntei, mas creio que na maioria favoráveis à exigência do diploma.
O Gianni Carta provocou a ira das massas quando disse que o escocês Andrew Marr, ex-editor do The Independent e da revista Economist, tem a que eu acho a mais feliz definição do jornalista: “Tirando o crime organizado, o jornalismo é a mais poderosa e agradável anti-profissão”.
Gianni já v…

Resumo do Livro: Educação dos Sentidos - Rubem Alves

Resumindo: são duas, apenas duas, as tarefas da educação. Como acho que as explicações conceituais são difíceis de aprender e fáceis de esquecer, eu caminho sempre pelo caminho dos poetas, que é o caminho das imagens. Uma boa imagem é inesquecível. Assim, em vez explicar o que disse, vou mostrar o que disse por meio de uma imagem. 
O corpo carrega duas caixas. Na mão direita, mão da destreza e do trabalho, ele leva uma caixa de ferramentas. E na mão esquerda, mão do coração, ele leva uma caixa de brinquedos. Ferramentas são melhorias do corpo. Os animais não precisam de ferramentas porque seus corpos já são ferramentas. Eles lhes dão tudo aquilo de que necessitam para sobreviver. 
Como são desajeitados os seres humanos quando comparados com os animais! Veja, por exemplo, os macacos. Sem nenhum treinamento especial eles tirariam medalhas de ouro na ginástica olímpica. E os saltos das pulgas e dos gafanhotos! 
Já prestou atenção na velocidade das formigas? Mais velozes a pé, proporcion…

Gol do Angelim na super-câmera lenta

Imagem
Angelim só fez um gol no Brasileirão 2009. O do título!

Ronaldo Angelim: o herói da simplicidade

Imagem
Angelim: "Minha única vaidade é ser Flamengo"

Angelim: o adeus emocionado de Ronaldo, o herói da simplicidade

Imagem
Depois de seis anos de Flamengo, autor do gol da conquista do hexa chora ao visitar o Maracanã em obras: 'Por mim, ficaria aqui até morrer'
Por Janir Júnior e Richard SouzaRio de Janeiro

O Maracanã em ruínas (está em obras para a Copa) não foi capaz de destruir uma história que teve seu capítulo principal em 6 de dezembro de 2009. Naquele dia, o jogador que quando criança mergulhava em um poço de Juazeiro, no Ceará, para buscar água, bebeu da fonte de ser um herói. Autor do gol do hexacampeonato brasileiro do Flamengo, Ronaldo Angelim, hoje com 36 anos, voltou ao palco que o consagrou. A convite do GLOBOESPORTE.COM, o zagueiro esteve no estádio nesta quarta-feira. Angelim trocou as chuteiras por botas e um capacete. Na cabeça, passou um filme que vale a pena ver de novo. De saída do Rubro-Negro depois de seis anos de amor e serviços prestados, o camisa 4 não conteve as lágrimas. Chorou. Questionado se não levaria uma recordação, disse:
- Estou levando comigo. Está aqui (apontou …

Os 10 maiores micos da TV brasileira de 2011

Imagem
Aquela menina da RedeTV é uma comédia!!!

Entrevista de Leonardo Boff a Ir. Murad

Imagem
Espiritualidade & Sustentabilidade

Uma homenagem ao Ceará Sporting Club

Imagem