quarta-feira, 8 de março de 2017

Se eu fosse mulher gostaria de ter escrito isso*

Parabéns por ganhar menos! Parabéns por ser constantemente molestada e assediada na rua, nas festas, no shopping, em qualquer lugar e a qualquer hora! Parabéns por exigirem que seja super bonita, super magra, super mãe, super profissional, super cuidadosa, super amorosa, super doce, super apoio, mesmo te pagando menos e mal, mesmo te impondo jornadas triplas, mesmo te sugando toda energia! Parabéns por exigirem que siga o padrão hetero, bela, recatada e do lar! Parabéns pela falta de respeito, pela ausência de tato, por te chamarem de louca, bruta e dizerem que sua reação - qualquer reação: choro, grito, estresse... - é falta de pica! Parabéns por só acreditarem no seu valor se existir um homem ao seu lado! Parabéns por todas as vezes que disseram: "assim, nunca vai ter ninguém que te queira"! Parabéns por apanhar da vida e de outras pessoas que acham que são seus donos! Parabéns por morrer em defesa da honra de um macho traído! Parabéns por ser sempre traída e obrigada a aguentar o "instinto masculino" (onde já se viu destruir uma família por uma bobagem dessas?!?!?)! Parabéns por ter medo de andar sozinha, de ser estuprada ou morta! Parabéns pela constante preocupação com sua integridade física! Parabéns por serem putas, vacas, vadias, vagabundas, invejosas, falsianes, recalcadas, emburradas, bruxas, macumbeiras, fracas, frágeis, desunidas! Parabéns pela responsabilidade por tudo de ruim que seus filhos aprontarem! Parabéns pela discriminação por ser mãe solteira! Parabéns por não ser aceita em empregos por ter filhos! Parabéns por não ocupar em igualdade os cargos de gestão, de decisão, os cargos políticos, a alta cúpula! Parabéns por este governo inteiro de machos competentes e sem mulheres à altura! Parabéns por todas as vezes que te pediram para falar com "o homem da casa"! Parabéns por cada assédio em que pediram desculpas ao cara ao seu lado! Parabéns por ser calada, estigmatizada, destratada, maltratada, traída, discriminada, tolhida! Parabéns por suportar, por viver, por ser, por existir, por ir além!

Feminismo NÃO É MIMIMI! Feminismo não é vitimismo! Hoje não é dia de flores, hoje é dia de luta, silêncio e luto. Eu paro por todas nós. Nenhuma a menos.

Marcele Alencar
https://www.facebook.com/marcelealencar?fref=nf

*Texto escrito pelo Dia da Mulher

Nenhum comentário:

Postar um comentário